8690444 7565607 5899511 6264704 7955321 seotmstmp

(11) 3230-4141




chat online

Carregando...

Carregando...

Carregando...

Carregando...

Selecione uma opção

Por favor selecione um gênero para comprar!

Bem-vindo(a) à Farfetch, faça login ou cadastre-se
ícones de estilo e influenciadoressegunda-feira, 9 de novembro de 2020

Alessandro Michele: onde o passado encontra o futuro

Desde 2015 ocupando o cargo de diretor criativo da Gucci, Alessandro Michele foi responsável por uma grande valorização da grife. Suas criações idiossincráticas, sua paixão pela moda vintage e uma narrativa que quebra estereótipos e clichês são parte da explicação. Olhar para o futuro através das lentes do passado é sua diretriz.

 

A criança incrível

 

Nascido e criado em Roma, Michele esteve sempre no berço da arte e da estética. Além disso, seus pais, amantes do cinema e da escultura, trouxeram um repertório único ao criador.

 

Formado em moda pela Accademia Costume & Moda, de Roma, o estilista logo passou a trabalhar com tricô para a Les Copains, migrando mais tarde para a Fendi, onde trabalhou com Karl Lagerfeld e Silvia Venturini Fendi.

 

Já nesse período, ainda nos anos 90, o fashion designer chamou atenção do mercado da moda com seus acessórios de couro, e acabou sendo contratado por Tom Ford para desenhar as bolsas Gucci em 2002. Com o tempo, passou a assinar as coleções como assistente da designer Frida Giannini.

 

Premiado em 2015 pelo Conselho de Moda Britânico por conta de seu estilo e estética únicos, Michele tem transformado tanto as coleções femininas quanto o universo Gucci masculino em ícones da moda contemporânea com suas criações ousadas e desfiles inusitados, com muitas referências históricas e experiências originais.

Uma nova Gucci

 

Com a saída de Giannini, Michele aproveitou para mostrar a que veio lançando uma nova coleção masculina de gênero neutro, ou genderless, propondo uma quebra de estereótipos e barreiras entre o que seria uma coleção feminina e uma coleção masculina.

 

Para isso, o designer também incluiu mulheres vestindo ternos de seda florida no desfile, o que seguiu a sua lógica de tornar a linha masculina mais jovem, romântica e com uma sexualidade mais ambígua. Isto é, o novo estilista da Gucci queria trazer um frescor do futuro e as urgências do presente, porém sem deixar de levar em conta a longa tradição da casa.

 

O resultado, então, foi um retorno à moda vintage com um olhar contemporâneo traduzido especialmente em estampas florais e tecidos finos, cortes clássicos e comprimentos modestos, como saias e vestidos mídi que ganharam tonalidades vívidas e quentes.

Maximalismo

 

Indo na contramão da tendência minimalista, Michele trouxe para a Gucci a exuberância das cores, da mistura de estampas e do tamanho dos acessórios. Para completar, campanhas extravagantes. Com tudo indo tão bem comercialmente, passou-se a questionar até quando essa fórmula daria certo, mas a verdade é que a grife nunca esteve tão bem avaliada.

 

Isso significa que é a partir dessa coerência criativa que a nova Gucci está se tornando um próximo clássico da moda. Por ter um ar fresh, suas peças valem o investimento, como aponta a diretora da Vogue americana Anna Wintour: “Temos ouvido muito falar em alegria e otimismo e grande parte do crédito é do Alessandro Michele por ser tão ousado e brilhante ao redefinir a Gucci. Ele tem trazido às passarelas o que não víamos em Milão, com cores e misturas de tecidos interessantes”.

Cyber Gucci

 

Nesse sentido, assim como se respondesse às críticas, Michele tornou o lançamento de sua mais recente coleção um dos grandes destaques da mídia ao trazer para a passarela modelos carregando suas próprias cabeças.

 

O designer contratou uma empresa de efeitos especiais para trabalhar nos objetos e nas maquiagens artísticas que deram o toque quimérico e futurista para a coleção de outono 2018, na qual Michele explorou o texto Manifesto Ciborgue assinado pela bióloga feminista Donna Haraway em 1984.

 

Seguindo a lógica de rompimento dos estereótipos de gênero, Michele trouxe a figura do ciborgue como uma criatura que transcende rótulos e clichês em torno do que é ser homem, mulher ou mesmo ser humano.

 

Apesar do tom futurista, Michele ainda trouxe na narrativa de seu desfile referências à arte medieval e looks com um aspecto vintage e boho, que contribuem para a construção da assinatura que está se tornando sinônimo da nova Gucci.

Gucci Osteria

 

Não bastasse a dominação no mundo da moda, a Gucci também se aventura pelo mundo gastronômico com o restaurante Gucci Osteria, que teve a primeira filial aberta em Florença, na Itália, no Jardim Gucci da cidade, com menu assinado pelo cef renomado Massimo Botura. Pouco tempo após abrir as portas, o local ganhou o selo de confirmação de sucesso: uma estrela Michelin. Incrível, não é mesmo?

 

 

Calendário próprio

 

Após as mudanças no cenário da moda com a pandemia no Covid-19 e os novos formatos dos desfiles na temporada de SS21 das semanas de moda internacionais, a Gucci anunciou uma grande definição, talvez a maior desde que anunciou que pararia de usar peles em suas coleções: a Gucci não irá mais participar do calendário oficial da Semana de Moda de Milão. Em vez disso, a grife comandada por Alessandro Michele passará a ter o seu calendário próprio de desfiles, com duas apresentações ao ano, unindo as coleções femininas e masculinas em um só fashion show.

 

 

Destino ou região de entrega Seu pedido será enviado para Brasil e o seu pedido aparecerá em BRL R$ .
Ocorreu um erro durante a busca de destinos ou regiões
Aguarde

Aguarde

Só um minuto...

O nosso site coleta cookies próprios e de terceiros para proporcionar uma experiência personalizada ao usuário, apresentar publicidade relevante de acordo com o seu perfil e melhorar a qualidade do nosso site. Aceite a coleta de todos os cookies ou clique em configurar cookies para gerenciar suas preferências.Para saber maisNossa Política de Cookies
Configurar cookies
Configurar Cookies
Usamos tecnologias como os "cookies" para coletar informações e guardar as suas preferências online. Os cookies são pequenos pedaços de informação enviados de um servidor web para um navegador web que permitem o servidor identificar o navegador como único em cada página. Poderá gerenciar as configurações de cookies através da ativação e desativação por cada tipologia de cookies.
Que tipos de cookies coletamos e o que fazem?
Disponibilizamos no nosso site a opção de ‘Configurar Cookies’. A qualquer momento você poderá acessar para gerenciar as configurações de cookies conforme sua preferência. Saiba mais .