Pular para o conteúdo principal

Minha Conta

DESTINO OU REGIÃO DE ENTREGA

Seu pedido será enviado para Brasil e será cobrado em BRL R$.
tendências & subculturassegunda-feira, 23 de novembro de 2020

Como descobrir sua paleta de cor pessoal?

Compartilhar

Por Thais Farage

 

 

O tema mais badalado do momento, quando falamos de estilo, é a tal da consultoria de cores. Falo com tranquilidade e muita experiência porque já fiz inúmeras análises nos últimos 7 anos e esse é também um tema que eu estudo muito, fazendo questão, inclusive, de conhecer novos métodos e ir estudar em outro país para ver de perto outras metodologias.

 

Dito isso, acho legal dividirmos a análise de coloração pessoal em 3 ideias principais. O que é, porque pode ser muito legal e com o que a gente precisa tomar cuidado!

 

Bom, vou começar então explicando brevemente de onde veio essa história das cores e como ela funciona. Tudo começou na Bahaus, com Johannes Itten. Ele era um professor de arte e percebeu que cada aluno conseguia criar coordenações de cores super harmônicas, mas também muito diferentes entre si. Pesquisando, ele percebeu que cada um de nós se sente naturalmente atraído por cores que fazem parte da nossa beleza natural. Ou seja: uma pessoa de beleza mais suave, acaba escolhendo naturalmente cores mais suaves. Pessoas que possuem mais contraste (uma pele branca e um cabelo preto, por exemplo), acabam pintando com coordenações mais contrastantes. A partir daí, muita gente estudou essa sensação e esse efeito e, foi nos EUA, onde a primeira teoria de análise de coloração pessoal ganhou pé. Com a figurinista Suzanne Caygill, as paletas de cores começaram a ser criadas justamente para "ajudar a embelezar" as estrelas de Hollywood. Em resumo, a análise de cor busca descobrir quais cores ficam mais harmônicas em cada pessoa. Esse efeito funciona bem porque a cor, de fato, reflete no rosto de quem a usa. E, também por isso, a análise de cor promete te deixar mais bonita (eita promessa complicada!) se você usar em volta do rosto as cores que te favorecem, ou seja, as cores que você já nasceu com elas. A ideia então é repetir nas blusas, casacos, maquiagem e tinturas de cabelo tonalidades que harmonizam com a sua beleza natural.

 

Pra facilitar a dinâmica, as cores foram divididas de acordo com as estações da natureza (pensando no hemisfério norte), então, por exemplo: uma cartela verão suave é aquela que tem as cores mais suaves do verão - que, pasme! são super esmaecidas. No inverno as cores são mais intensas, no outono mais queimadas e na primavera super coloridas. Essa é a base do pensamento, resumidamente.

 

E bom, a parte super legal de descobrir quais são as cores que melhor harmonizam com a sua beleza natural é, pra começar, entender que você já nasceu pronta, bonita, suficiente. Não precisa "usar uma corzinha porque tá muito apagada". Além disso, já cansei de ver clientes minhas se aventurando mais e com muito mais confiança no universo lúdico das cores depois de ganhar uma cartela colorida. Também vi muita gente feliz e animada porque consegue agora entender melhor porque nunca gostou de tal cor ou então porque não ficou tão bem com determinada cor de cabelo. E essa é a parte da análise de cores que eu amo. Expandir o universo! Fazer escolhas mais acertadas na hora de pintar o cabelo (que dá mais trabalho de mudar que roupa, convenhamos) ou acertar, finalmente, um tom de batom vermelho.

 

A parte chata é ouvir "você não tem a sua cor preferida na sua cartela" e em seguida acreditar que acabou, que você não pode mais usar aquele tom, do contrário você será feia. E aí acho importante a gente pensar: o que é ser bonita? Estamos em 2021, estamos finalmente repensando e nos apaixonando pela beleza real. Ser bonita está cada vez mais ligado a estar feliz e se sentindo bem na própria pele. Eu, especialista em cores, não uso minha cartela de cores nas roupas. Uso na maquiagem e, recentemente, na cor do meu cabelo. Que a moda e as cores nos tragam liberdade e novos horizontes. Nunca aprisionamento e limitações.

 

Como descobrir sua paleta de cor pessoal?

 

Por FARFETCH

 

Não basta olhar para as tendências – Tie Dye, mango color e tons pastel foram as tendências da temporada SS21 das semanas de moda internacionais. É preciso saber quais tonalidades valorizam sua beleza natural. Afinal, como dizia Yves Saint Laurent, a moda passa, mas o estilo permanece. Então, como descobrir sua paleta de cor pessoal?

 

O primeiro passo da análise cromática, bastante usada na consultoria de imagem, é descobrir a temperatura da sua pele – que pode ser quente, fria ou neutra. E não é tão fácil como parece analisar os tons de pele. Quer ver?

 

United colours

 

Em geral, tendemos a pensar que peles brancas são frias, e as negras, quentes, mas isso não é uma verdade absoluta. O que determina a temperatura de cada pele e, portanto, qual será sua coloração pessoal, é a quantidade de pigmentos rosados (no caso da pele fria) ou amarelos (no caso da quente) que ela possui.

 

Uma boa dica para determinar a temperatura da pele é ficar em frente a um espelho com luz natural, prender os cabelos, tirar toda maquiagem e pegar quatro tops e blusas (ou casacos) em diferentes tons: um laranja (que é tonalidade quente), um pink (tom frio), um branco e um off-white.

 

Coloque cada peça na sua frente e vá percebendo qual delas realça melhor sua pele, cabelos e olhos e, por outro lado, qual destaca suas olheiras e defeitinhos na pele. Pronto! Diagnóstico feito.

Hot! Hot! Hot!

 

Sua coloração pessoal é quente? Isso significa que sua pele tem tons de verde-oliva ou dourado e se bronzeia facilmente. Cabelos loiro-escuro, marrom-dourado, castanho e ruivo são os mais comuns nessa categoria, assim como olhos castanhos ou verdes.

 

Neste caso, invista sem medo em roupas de tons quentes – pense em cores primárias e acesas, como os vermelhos e amarelos da Balenciaga ou o verde-bandeira da Fendi, e prefira o off-white ao branco puro, que pode deixar a pele pálida.

 

Nos acessórios, privilegie itens dourados para completar o look.

Se você é cool...

 

Dê uma olhada nas veias da parte inferior do seu pulso: suas veias são azuladas? Bingo! Seu tom de pele é frio, o que pode significar que ele demora mais para bronzear e que provavelmente você tem cabelo preto, castanho-escuro ou loiro-acinzentado, além de olhos azuis ou em tons frios de castanho e cinza.

 

Aproveite e tire partido de uma paleta de cores pessoal em tons de lilás, azul-claro e rosa blush. O branco total também cai bem. Dê uma olhada na Prada, onde até as bolsas ganham tonalidades delicadas assim.

 

Joias de prata são a pedida ideal pra você, assim como colares de pérolas ou pedras como turquesa, a exemplo dos acessórios da Camila Klein.

 

Neutra? Sorte a sua!

 

Você fez o teste e percebeu que todas as cores realçaram seu tom de pele? Parabéns! Você faz parte do grupo das peles neutras, que ficam bem com todas as cores da cartela cromática.

 

Aproveite e use peças com várias tonalidades, no mood esportivo do momento: os tênis com quatro cores da Nike, as blusas e jaquetas bicolores da À La Garçonne e as calças de moletom da Fenty x Puma são bons exemplos.

 

Para finalizar, dê boas-vindas às sobreposições, que continuam em alta, e brinque com várias camadas, incluindo meias-calças com padronagens divertidas.

 

Cadastre-se e ganhe 10% off

Cadastre-se e tenha acesso antecipado ao Sale, novidades, promoções e mais

Receber atualizações por

Ao se cadastrar, você concorda com a nossos Termos & Condições e Política de privacidade. Cancele sua participação quando quiser através do link ao final dos nossos e-mails

8690414 7565620 5899528 6264705 7955322 seotmstmp deskdev