Carregando...

Carregando...

Carregando...

Selecione uma opção

Por favor selecione um Sexo para comprar!

Bem-vindo(a) à Farfetch, faça login ou cadastre-se

Ícones de Estilo e Influenciadores

segunda-feira, 7 de maio de 2018

O Oscar da moda: Met Gala

Compartilhar

Fundado em 1948 por Eleanor Lambert, o Baile do Metropolitan Museum of Art, ou simplesmente Met Gala é um dos eventos mais esperados no mundo da moda. Atualmente é considerado como a grande noite da moda internacional e marca a inauguração da exposição do ano organizada pelo Anna Wintour Costume Center, setor do museu que se dedica inteiramente à moda.

 

Inclusive, desde 1995 é Anna Wintour, editora chefe da Vogue americana, a grande anfitriã da noite e quem escolhe outros nomes fortes para serem os co-anfitriões do evento, além de também decidir quem ganha ou não convites para a festa.

estilo anna wintour

Oscar da Moda

 

A cada ano um novo tema é escolhido, homenageando algum nome forte da moda ou algum movimento que esteja em alta. E, apesar de não ser regra, muitas personalidades deixam a imaginação fluir e vestem verdadeiras obras primas na escadaria do Met. 

 

Em 2016, por exemplo, “Manus x Machina - Fashion in an Age of Technology” foi o tema da vez, explorando a relação entre o artesanal e o industrial na moda. Para celebrar o tema, a atriz Claire Danes usou um vestido Zac Posen que iluminou, literalmente, o tapete vermelho, tornando-se uma cinderela moderna. O look era feito de organza com fibra ótica, fazendo a mágica acontecer. Já Emma Watson, se manteve fiel ao seu projeto de moda sustentável, usando um vestido Calvin Klein feito inteiramente de garrafas pet recicladas. 

 

Neste ano, Beyoncé também foi uma das grandes atrações: seu vestido de látex da Givenchy com bordados delicados conseguiu transmitir o tema da noite muito bem. 

 

Já em 2017, o Met Gala teve como tema a estilista japonesa Rei Kawakubo, nascida em 1942 e fundadora da marca Comme des Garçons. Desde Yves Saint Laurent, nenhum estilista havia sido homenageado pelo evento ainda em vida. 

 

Nessa ocasião, quem surpreendeu foi a cantora Rihanna, que usou um vestido repleto de babados, assinado pela Comme des Garçons em colaboração com a marca Dsquared2.

 

Entre os convidados, os estilistas mais badalados da noite sempre entram no tapete vermelho acompanhados de suas musas. Tais como: Marc Jacobs e Kate Moss, Jeremy Scott e Katy Perry, Riccardo Tisci e Madonna, entre outros. 

 

Mas, talvez, a maior estrela do tapete vermelho do Met Gala seja a atriz Sarah Jessica Parker. Uma de suas aparições mais polvorosas foi em 2016 quando ela usou um vestido xadrez, com um estilo escocês, fazendo par com o estilista Alexander McQueen que também estava com um look completo com a estampa. Já em 2014, ela foi escolhida para desfilar um vestido branco, extremamente feminino, e que tinha em sua cauda uma assinatura de Oscar de la Renta em vermelho marcante. Em 2015, fazendo justiça ao tema da noite “China: Through The Looking Glass”, Sarah Jessica Parker usou um vestido da H&M, mas o destaque ficou para o arranjo no cabelo que imitava um fogo altamente estiloso. 

vestido alexander mcqueen

First Monday in May

 

Em todos os anos uma coisa sempre se repetiu: o Met Gala aconteceu sempre na primeira segunda-feira de maio. Não à toa, o documentário “First Monday in May” retrata toda a agitação que circunda o baile pelos olhos de Anna Wintour e Andrew Bolton, o curador do evento. Mais especificamente, a produção acompanha o desenrolar e criação do evento em 2015 e que teve o maior número de participantes até então. 

 

A partir do olhar dos organizadores do evento e também de grandes estilistas, a conclusão a que se chega é a de que moda e arte estão tão intrinsecamente ligadas, despertando as mais profundas emoções. Mais do que um show de vestidos glamourosos, o Met Gala é uma celebração da moda como arte. 

vestido la perla

2018: moda sagrada

 

No dia 07 de maio, aconteceu o Met Gala com um dos temas mais controversos dos últimos tempos: "Heavenly Bodies: Fashion and the Catholic Imagination”. 

 

A relação da moda com a religião sempre foi complicada, mas, ainda assim, extremamente ligadas uma à outra. A exposição apresentará uma série de vestes sagradas, colocando-as em diálogo com criações de Coco Chanel e Cristóbal Balenciaga

 

Andrew Bolton já declarou ter visitado pelo menos 10 vezes as peças sagradas escolhidas, já que elas nunca haviam deixado o Vaticano até então. 

 

Já para receberam os convidados, as escolhidas foram três mulheres poderosas: Rihanna, Amal Clooney e Donatella Versace. A marca Versace, inclusive, promete assinar vestidos de festa para o tapete vermelho, lembrando sua concepção de moda que se relaciona bastante com os símbolos religiosos. 

 

Rihanna foi, mais uma vez a estrela da noite, com um vestido curto Maison Margiela, mas cheio de detalhes que remetiam à religião. Já na cabeça ela usou um adorno que lembrava um chapéu papal. 

 

Outra estrela da noite foi a cantora Katy Perry. Seguindo à risca o tema, ela apareceu angelicalmente com um vestido dourado e asas gigantescas em suas costas. O look todo é Versace e foi o mais comentado do evento.

 

Camisa Versace com estampa religiosa

camisa versace estampada
País da entrega Seu pedido será enviado para Brasil e o seu endereço de cobrança é BRL R$ .
An error occurred while fetching the countries or regions

Aguarde

Nossa Política de Cookie

Aguarde

An error occurred while fetching the content
Nossa Política de Cookie

Aguarde

An error occurred while fetching the content