Carregando...

Carregando...

Carregando...

Selecione uma opção

Por favor selecione um Sexo para comprar!

Bem-vindo(a) à Farfetch, faça login ou cadastre-se

Ícones de Estilo e Influenciadores

domingo, 9 de julho de 2017

Ícone da Pop Art Andy Warhol

Compartilhar

"No futuro, todos terão seus 15 minutos de fama." A frase profética é uma das citações mais conhecidas atribuídas ao ícone da pop art Andy Warhol. Mas o artista – nascido em Pittsburgh em 6 de agosto de 1928 e batizado Andrew Warhola pelos pais eslovacos que migraram para os Estados Unidos durante a Primeira Guerra – deixou uma contribuição bem maior para a história da arte e da cultura pop. 

pop art Andy Warhol

A biografia de Andy Warhol é marcada pelo sucesso com ilustrações publicitárias, grandes exposições, performances, filmes e até participações ao lado de Lou Reed no Velvet Underground, uma das bandas mais importantes do rock experimental dos anos 70. Antes disso, porém, Warhol teve uma infância complicada. Doente, ele passou longos períodos na cama, longe dos colegas de escola, na companhia da sua mãe principalmente. 

 

Sem alternativa, a não ser permanecer confinado em casa, ele passava o tempo desenhando, ouvindo rádio e colecionando fotos de estrelas de cinema. Mais tarde, Warhol descreveu esse período como “muito importante” para o desenvolvimento de sua personalidade, suas habilidades e preferências. 

 

Andy Warhol: primeira exposição

 

Em 1945, aos 17 anos, Warhol entrou para o Instituto de Tecnologia de Carnegie, em Pittsburgh (hoje Universidade Carnegie Mellon), e se formou em design. Em seguida, mudou para Nova York e foi trabalhar como ilustrador em revistas como Vogue e The New Yorker, além de fazer anúncios publicitários e displays para vitrines de lojas. A carreira de sucesso como artista gráfico seria apenas o início, rendendo ao futuro mestre da arte pop diversos prêmios do Art Director's Club e do The American Institute of Graphic Arts. 

 

Na década de 50, quando foi trabalhar na Harper's Bazaar, Warhol contribuía com ilustrações de sapatos delicados e produtos de beleza coloridos. Reza a lenda que Diana Vreeland, a editora de moda da revista na época, e seus colegas de redação o chamavam de “Andy Paperbag” porque o desajeitado Warhol costumava carregar suas ilustrações em sacos de papel. 

 

Ainda que socialmente desajustado, a arte de Andy Warhol foi ganhando espaço e ele passou a assinar como Warhol. Sua primeira mostra individual foi inaugurada em 1952, na Hugo Gallery, onde o artista exibiu 15 desenhos baseados na obra de Truman Capote. A série foi exibida em diversos lugares durante os anos 50, incluindo o Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA), em 1956. O artista também produziu polaroides com amigos famosos que renderam mostras e publicações. 

 

Pop art: origem 

 

A arte pop surgiu no final dos anos 50 na Inglaterra, mas alcançou sua maturidade na década de 60 nos Estados Unidos, com Warhol, Roy Lichtenstein e Tom Wesselmann, entre outros artistas pop art. Sem um estilo unificado ou manifestos, seus trabalhos compartilhavam cores vibrantes e os temas abordados, como objetos comuns e a vida cotidiana. 

 

O ícone da pop art Andy Warhol foi ganhando maior destaque nos anos 60, década marcada por uma guinada em sua carreira. Influenciado por conceitos publicitários, o artista passou a adotar tintas acrílicas em cores fortes e brilhantes para expressar a cultura de massa, refletindo de maneira sarcástica sobre as características da sociedade de consumo. 

 

Andy Warhol: obras famosas 

 

Warhol entrou definitivamente para a história da arte contemporânea com seus múltiplos serigráficos que reproduzem latas de sopa Campbell e rostos de figuras conhecidas, como as estrelas Marilyn Monroe e Liz Taylor. Em 1969, quando ganhou fama por suas obras, Andy Warhol criou a Interview, uma revista que passou a funcionar como referência no mundo das celebridades, artistas, músicos e designers, ao lançar um novo estilo de reportagem sobre moda e cultura.  

 

Entre as obras de Andy Warhol, seu envolvimento com o cinema também se destaca. Trabalhos conceituais, como Chelsea GirlsEmpire e Blow Job, são considerados clássicos do gênero. O artista ainda foi tema do filme I Shot Andy Warhol (Eu atirei em Andy Warhol), dirigido por Mary Harron, em 1996, que conta o episódio verídico em que ele leva um tiro de Valerie Solanas. 

 

Warhol e o mundo da moda 

 

O estilo icônico de Andy Warhol também se expressava em seu jeito de se vestir. Fã da cor preta e de camisas com listras horizontais, ele não passava desapercebido, principalmente ao compor looks monocromáticos com calças e blusas de gola alta. Para completar o visual misterioso e moderno, o artista sempre aparecia usando óculos escuros com lentes arredondadas e cabelos arrepiados. 

 

Andy Warhol faleceu em 1987, deixando um legado que inspira personalidades de todas as áreas – inclusive no mundo da moda. Nos anos 90, Emanuel Ungaro criou uma releitura das flores em cores saturadas de Warhol para a Parallèle. 

 

Recentemente, a arte pop serviu como fonte de inspiração para a Dsquared2, que lançou o tênis de couro masculino "Pop" em preto e branco com modelo slip-on. Já a grife Les Petits Joueurs criou uma linha irreverente de acessórios femininos com grafismos, bordados e estampas inspirados na pop art que capturam a estética moderna e ousada da maison. Warhol aprovaria!

arte de Andy Warhol
País da entrega Seu pedido será enviado para Brasil e o seu endereço de cobrança é BRL R$ .
An error occurred while fetching the countries or regions

Aguarde

Nossa Política de Cookie

Aguarde

An error occurred while fetching the content
Nossa Política de Cookie

Aguarde

An error occurred while fetching the content