Carregando...

Carregando...

Carregando...

Selecione uma opção

Por favor selecione um Sexo para comprar!

Bem-vindo(a) à Farfetch, faça login ou cadastre-se

Tendências & Subculturas

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Tipos de chapéus da moda atual

Compartilhar

Se no início do século XX os chapéus eram uma peça obrigatória no vestuário masculino, hoje eles se tornaram um diferencial de estilo para ambos os sexos. Diferentes tipos de chapéus são reinventados e trazidos da formalidade para os looks do dia a dia a cada estação.

 

A peça, que já chegou inclusive a provocar revoltas, foi adaptada para o estilo rocker e também acompanha o retorno da moda vintage. Um de seus grandes ícones é a cantora Florence Welch, responsável por transformar o chapéu floppy em uma nova tendência.

 

chapéu flopp

Guerra e palha

 

Em 1922, uma série de pequenas revoltas teve início em Nova York por conta de uma regra cultural que dizia que, a partir do dia 15 de setembro daquele ano, homens americanos não deveriam mais usar chapéus de palha, como o chapéu boater ou mesmo o chapéu panamá.

 

O chapéu masculino conhecido como boater teve origem no século XIX, quando a peça era usada especialmente para atividades de canoagem durante o verão. Já no início do século XX, o modelo panamá se tornou popular como parte do vestuário nos dias mais quentes.

 

Segundo a regra, os americanos que usassem esses modelos de chapéu após a data estipulada poderiam ter seus acessórios pisoteados ou até mesmo sofrer agressões nas ruas. Conhecida como Straw Hat Riot, a rebelião durou oito dias e várias pessoas foram presas.

 

Nos anos 30, os chapéus de palha voltaram à moda, mas foi na década de 60 que Coco Chanel transformou o chapéu boater em um fashion statement. Em 1964, Audrey Hepburn apareceu em Minha Bela Dama usando um modelo semelhante, consolidando a tendência dos chapéus femininos.

 

Mais recentemente, inspirado pelo design de uniformes escolares, Thom Browne lançou sua coleção primavera 2016 com tecidos tipicamente americanos, como o linho, e chapéus de topo aberto. “Eu quis mostrar esse lado confiante do uniforme às mulheres”, afirmou o designer.

 

Rock your fedora

 

Em 1889, Sarah Bernhardt interpretou a protagonista da peça Fédora usando um tipo de chapéu que hoje é conhecido como chapéu fedora. O modelo, aliás, se tornou ícone da moda feminina nos anos 30 quando Marlene Dietrich e Katharine Hepburn o incorporaram em seus looks andróginos.

 

Também associado ao universo hollywoodiano dos anos 40 e 50, quando o chapéu fedora masculino era uma peça essencial para os personagens de gângsters e detetives, o acessório retornou às passarelas na coleção masculina de primavera 2016 assinada por Yohji Yamamoto.

 

Pela primeira vez trabalhando com ternos mais justos, o designer japonês incluiu modelos de chapéus masculinos em uma coleção que considerou desafiadora. “Se não fizesse direito, iam ficar parecendo homens de negócios. Mas estes não são homens de negócios, são como o 007.”

 

E apesar dos mais clássicos looks com chapéu fedora acompanharem ternos, o acessório também pode ser usado com roupas casuais, como calça jeans e vestido. As irmãs Poppy e Cara Delevingne são bons exemplos de quem sabe como usar chapéu em looks despojados.

 

O fedora pode ainda trazer abas mais largas. Hedi Slimane vem trabalhando com o modelo nas coleções femininas e masculinas desde a primavera de 2013 até o outono deste ano, quando assinou seu último trabalho para a Saint Laurent.

 

Ao apresentar chapéus de abas largas com gravatas em forma de laço nos looks femininos, Slimane conquistou fashionistas e blogueiras com um estilo mais rocker, que acabaram disseminando a peça para fora das passarelas.

 

The floppy days aren’t over

 

Falando em abas largas, o chapéu floppy é outro modelo de feltro que é a cara do verão. Com um design fluido, o floppy traz de volta a leveza dos anos 70, dando o toque vintage proposto pelos looks da cantora Florence Welch.

Filha de uma especialista do período renascentista, Florence costumava ouvir sua mãe dissertando sobre o significado das roupas daquela época. “Minha mãe estuda roupas e é muito chic, mas não entende minha paixão por moda. Ela prefere escrever em vez de comprar.”

 

Depois de um primeiro momento usando roupas mais masculinas, a cantora encontrou seu estilo em um revival da década de 70 reconhecido, principalmente, em sua paixão pelo chapéu. Seja em preto, bordô ou ainda bege e marinho, Florence sabe como combinar o modelo tanto com jeans quanto com vestidos longos.

 

Para o outono deste ano, Diane von FurstenbergRalph Lauren e Elie Saab incluíram diferentes versões em suas coleções com tamanhos variados de aba, mas sempre muito elegantes e fazendo referência ao passado.

 

Aposta casual

 

Todos os tipos de chapéus podem ser adequados a um look descontraído, independentemente do material. As boinas masculinas, por exemplo, são bastante usadas por celebridades, como Leonardo DiCaprio em seus looks off duty.

 

Modelos de chapéu country também podem ser usados fora de eventos específicos. Madonna transformou a peça em um ícone de sua carreira no ano 2000. Quando feito de palha, o acessório mostra pode fazer bonito em um look de praia, como já demonstrado por Cindy Crawford.

 

Hoje, o chapéu é visto como uma peça muito mais versátil e flexível do que nos séculos passados. Ele se tornou um diferencial de estilo que garante uma dose extra de personalidade ao seu visual.

 

chapeus da moda
País da entrega Seu pedido será enviado para Brasil e o seu endereço de cobrança é BRL R$ .
An error occurred while fetching the countries or regions

Aguarde

Nossa Política de Cookie

Aguarde

An error occurred while fetching the content
Nossa Política de Cookie

Aguarde

An error occurred while fetching the content