Carregando...

Carregando...

Carregando...

Selecione uma opção

Por favor selecione um Sexo para comprar!

Bem-vindo(a) à Farfetch, faça login ou cadastre-se

Como Usar

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Como usar vestido preto

Compartilhar

A busca pelo vestido preto básico perfeito é um dos principais desafios da moda há alguns séculos. A peça é um dos principais coringas do guarda-roupa feminino e conselhos sobre como usar vestido preto estão em constante transformação, acompanhando a evolução frenética das tendências.

 

Em meio a tantas opções, vale considerar o seu humor e a mensagem que deseja transmitir com a produção. Seu mood está sedutor, rebelde, doce ou poderoso? Inspire-se em looks (e momentos) icônicos da história da moda para encontrar o vestido preto básico ideal para cada ocasião.

 

vestido preto de festa

Femme fatale

 

Uma das primeiras coisas que vêm à cabeça quando se pensa em um visual sexy e arrasador é a imagem de Elizabeth Hurley vestindo Versace na pré-estreia de Quatro Casamentos e um Funeral.

 

Extremamente ousado, o vestido longo preto combinava um decote profundo com uma enorme fenda lateral adornada por alfinetes dourados gigantes. A peça inesquecível colocou um sorriso no rosto do então namorado da atriz, Hugh Grant, e se firmou como um dos momentos fashion mais marcantes de todos os tempos.

 

Para recriar o efeito devastador de Hurley, vale apostar em um vestido inspirado em corsets, como os apresentados pela Dolce & Gabbana.

 

Romance moderno

 

É difícil imaginar algo que não caia bem em Kate Moss, mas é com um vestido preto básico que ela demonstra por que é considerada um ícone de estilo.

 

Quando quer vestir um look mais romântico, ela aposta em peças com texturas e caimentos descomplicados. A Dolce & Gabbana (mais uma vez) é um ótimo destino para encontrar um vestido de renda preto a la Moss.

 

O repertório da modelo britânica também inclui vestido tubinho preto bordado com decote princesa - alternativa chic e discreta para ocasiões mais elegantes.

 

Outros recursos da top são as silhuetas de um ombro só e as camadas de chiffon, frequentemente vistas tanto nas roupas que veste quanto nas coleções que cria para marcas como a Equipment.

 

Vingança fashion

 

Nem sempre é possível ser a mulher mais sofisticada do planeta, mas a princesa Diana fez exatamente isso ao surgir em um vestido preto curto que ficou conhecido como “vestido da vingança”, por ter sido usado no dia em que o príncipe Charles confessou a traição.

 

Com ombros expostos, o modelo assinado por Christina Stambolian foi arrematado por uma gargantilha de pérola, diamante e safira.

 

Para quem quiser apostar na elegância clássica de Diana, Victoria Beckham faz sucesso com peças de caimento perfeito. Já a Lanvin se destaca pelas golas, tão marcantes quanto a gargantilha da princesa, e bem mais realistas.

 

Glamour rebelde

 

O look eleito por Cara Delevingne para o baile do Met em 2013 permanece relevante. O vestido preto de mangas longas e decote infinito tinha a parte superior coberta de tachas douradas para se adequar ao tema da festa: “Punk: Do Caos à Alta-Costura”.

 

Para adaptar a abordagem Delevingne, um vestido preto básico faz a vez de pano de fundo para detalhes extravagantes, como as aplicações metálicas e os recortes dramáticos vistos na passarela de primavera de Anthony Vaccarello.

 

Modelos longos e altamente decorados também são marcas registradas da Valentino. A grife combina couro, transparências, franjas, tachas e outros elementos marcantes para criar peças elaboradas, mas com apelo casual.

 

Contra o conformismo

 

Os looks apresentados pela Valentino poderiam ter saído diretamente do guarda-roupa de FKA Twigs. Como esquecer seu vestido no Met Ball de 2015, feito de aplicações que imitavam partes do corpo?

 

Fã de texturas e detalhes, Twigs é famosa por incorporar elementos impactantes e joias singulares às suas produções. O recurso é perfeito para trazer uma dose extra de impacto a um pretinho básico, e a grife Monies é o destino certo para acessórios oversized e esculturais.

 

Clássico atemporal

 

Coco Chanel é considerada a criadora do conceito do vestido preto básico, e peças inspiradas em sua estética são garantia de elegância atemporal. Um exemplo são os vestidos flapper com comprimentos mais discretos e acabamentos descomplicados.

 

Tendências surgem e desaparecem, mas a visão da estilista nunca sai de moda. “Nenhuma mulher está malvestida usando um pretinho básico”, diz o atual designer da Chanel, Karl Lagerfeld.

 

A prova da longevidade está na coleção da The Row, repleta de peças minimalistas que funcionam no escritório e servem de base para produções mais audaciosas.

 

Black is beautiful

 

É impossível falar de vestido preto básico sem mencionar o modelo Givenchy usado por Audrey Hepburn em Bonequinha de Luxo. Inesquecível, o look icônico tinha como coadjuvantes óculos de sol oversized, luvas, colar de pérolas e um belo coque.

 

Cores e modelagens sessentinha serviram de inspiração para as coleções recentes de designers como Prabal Gurung e Tory Burch, demonstrando que para dar um toque retrô ao look não é preciso usar vintage da cabeça aos pés. O passeio pela Quinta Avenida é opcional!

 

vestido preto curto
País da entrega Seu pedido será enviado para Brasil e o seu endereço de cobrança é BRL R$ .
An error occurred while fetching the countries or regions

Aguarde

Nossa Política de Cookie

Aguarde

An error occurred while fetching the content
Nossa Política de Cookie

Aguarde

An error occurred while fetching the content