Carregando...

Carregando...

Carregando...

Selecione uma opção

Por favor selecione um Sexo para comprar!

Bem-vindo(a) à Farfetch, faça login ou cadastre-se

Ícones de Estilo e Influenciadores

segunda-feira, 12 de março de 2018

Tudo sobre a marca Balmain

Compartilhar

Pierre Balmain costumava descrever a arte de fazer roupas como “arquitetura do movimento”. A definição pode ser estendida à marca Balmain, criada pelo estilista francês que nasceu em Saint-Jean-de-Maurienne em 1914 e morreu em Paris em 1982.

 

Junto com Dior e Balenciaga, Pierre Balmain formou o centro pós-guerra da indústria da alta-costura na França. Até conquistar um lugar definitivo na moda francesa, Balmain foi aprendiz do costureiro Edward Molyneux (1891-1974) em Paris, por cinco anos, e colega de Christian Dior na maison de Lucien Lelong entre 1939 e 1944. Abriu o seu próprio atelier em 1945.

 

Foi na década de 50 – mesmo período em que teve Karl Lagerfeld como seu assistente por três anos – que o estilista escreveu a história Balmain. Ele se especializou em saias usadas com casaquinhos esguios e ainda nos vestidos Balmain que encantaram estrelas de Hollywood como Ava Gardner e Katharine Hepburn. Poucas celebridades da época resistiram aos trajes de noite assinados pela maison, com seus drapeados e plissados em tecidos luxuosos repletos de bordados e estampas.

 

Assim como o New Look criado por Dior em 1947, a silhueta feminina idealizada por Balmain se tornou parte indissociável da moda de luxo do pós-guerra. Com a morte do estilista, apesar do prestígio, a etiqueta passou por tempos difíceis. Oscar de la Renta chegou a encabeçar a marca, uma parceria que durou pouco menos de 10 anos.

história Balmain

Balmain, versão anos 2000

 

Em meados dos anos 2000, a marca Balmain voltou aos holofotes graças ao trabalho do designer Christophe Decarnin, que ficou conhecido por investir em um estilo que remetia à herança couture de Balmain, misturando essas referências com o universo do rock.

 

Decarnin criou coleções inspiradas em músicos e fashion icons como Prince e Michael Jackson. Para a crítica especializada, o seu estilo teve altos e baixos, mas uma nova geração de clientes se apaixonou por suas peças icônicas, como jaquetas Balmain que remetiam a Sid Vicious, da banda inglesa Sex Pistols, e aos figurinos de Michael Jackson nos anos 80.

 

Com a saída de Decarnin em 2011, a marca foi assumida por Olivier Rousteing, então seu assistente. Um dos poucos estilistas negros da atualidade, Rousteing estudou na École Supérieure des Arts et Techniques de la Mode, em Paris, e viveu um período na Itália, onde chegou a comandar o pret-à-porter de Roberto Cavalli. Ele passou a dar seu toque pessoal à marca feminina e também às coleções masculinas da Balmain.

 

A assinatura de Rousteing

 

Além de apresentar peças-desejo como os jeans Balmain e os tops e blusas Balmain, os castings das campanhas assinadas pelo diretor criativo reúnem os modelos mais disputados do mundo da moda.

 

Para a campanha de primavera-verão 2017 clicada por Steven Klein, Olivier Rousteing juntou a brasileira Isabeli Fontana com a russa Natasha Poly e a holandesa Doutzen Kroes. Entre os rapazes, o estilista escalou os tops Jon Kortajarena, Tony Ward e Gabriel Aubry. O shooting foi realizado em uma estrada deserta na Califórnia, com direito a megafones e grandes caixas de som – coisas da direção de Pascal Dangin.

Balmain moda atual

Balmain para mulheres

 

A mistura do luxuoso com o urbano que hoje compõe a identidade da marca Balmain é levada às passarelas com muito talento por Rousteing. As coleções mais recentes apresentam uma mulher que transita entre o glamour e a tradição da grife francesa.

 

Na linha outono-inverno 2017 apresentada em março na Semana de Moda de Paris, a marca feminina assumiu o seu lado amazona. Entre jaquetas e a calça Balmain, a grife mostrou recortes com couro, devorês, tiras e franjas. Para arrematar os looks, botas altíssimas, estilo cuissarde, conforme pede a tendência.

moda feminina Balmain

Balmain para homens

 

Pierre Balmain sempre enfatizou a alfaiataria magistral e a riqueza de detalhes – e essas características marcam presença ainda hoje nas coleções masculinas da grife. Desde que assumiu o cargo de diretor criativo, Rousteing empresta ao estilo Balmain masculino uma bem-sucedida dose de extravagância, sem medo do excesso de bordados e detalhes complexos.

 

O outono-inverno 2017 apresentado na Semana de Moda Masculina de Paris é tudo isso e mais um pouco, com a diferença de que, agora, o estilista promove um retorno ao rock proposto por seu antecessor. Heavy metal, Prince, George Michael e Freddie Mercury povoam as referências, que se expressam no minucioso trabalho de criação de peças em matelassê, ou ainda camufladas, bordadas e drapeadas, com silhueta volumosa na parte de cima e justa na parte de baixo.

Blusa de trico Balmain

Blusa de tricot Balmain masculino

 

Balmain infantil

 

Recentemente, a marca passou a fazer parte também do universo infantil. Desde o início de 2016, crianças de 6 a 14 anos podem usar Balmain Kids– a linha assinada por Rousteing traz 55 peças para meninos e meninas. 

 

A coleção inclui sapatos em miniatura, iguais aos desfilados na passarela, além de jeans, jaqueta perfecto acolchoada, casaco de pele e top com animal print, entre outros itens que se tornaram desejo entre garotos e garotas. Estilo, afinal, começa cedo.

Balmain kids online
País da entrega Seu pedido será enviado para Brasil e o seu pedido aparecerá em BRL R$ .
Ocorreu um erro durante a busca de países ou regiões

Aguarde

Nossa Política de Cookie

Aguarde

An error occurred while fetching the content