Carregando...

Carregando...

Carregando...

Selecione uma opção

Por favor selecione um Sexo para comprar!

Bem-vindo(a) à Farfetch, faça login ou cadastre-se

Ícones de Estilo e Influenciadores

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Mundo da marca Armani

Compartilhar

Conhecida como uma das principais grifes da moda masculina, a marca Armani vem traçando uma história de elegância e distinção, marcada por peças-chave como ternos bem cortados e roupas em tons básicos – leia-se preto, bege, branco e variações de off-white.

 

Das passarelas ao mundo das celebridades, as criações femininas e masculinas de Giorgio Armani representam o melhor da moda luxo e fazem sucesso entre pessoas dos mais variados estilos, do ator George Clooney à musa do estilista, Michelle Pfeiffer, passando por Cate Blanchett e pela cantora Lady Gaga, com quem trabalhou em 2010 durante a Monster Ball Tour.

marca Armani

Case de sucesso

 

Segundo pesquisa feita pela Nielsen, a Armani é uma das grifes mais desejadas pelos brasileiros. Tal popularidade não se dá apenas aqui, mas em todo o contexto da moda internacional, especialmente considerando as diferentes linhas, como a jovem Emporio Armani, a Armani Privé, voltada para a alta-costura, a Armani Jeans e a Armani Junior

 

Mas Armani demorou um bom tempo para começar sua carreira como designer de moda e finalmente deslanchar como um dos principais nomes do ramo. Antes disso, o estilista chegou a cursar dois anos de Medicina e a trabalhar como vitrinista para uma grande loja de departamentos em Milão.

 

Influenciado pela irmã mais nova, que era modelo, ele passou a fazer parte dos círculos mais restritos da moda italiana e, após nove anos como assistente do designer Nino Cerruti, iniciou sua carreira independente em 1970.

 

Junto de seu companheiro Sergio Galeotti, o estilista resolveu montar sua própria marca cinco anos mais tarde. Já na sua primeira coleção com looks masculinos e femininos, confirmou a assinatura elegante que continuaria a ser a aposta da grife nos anos seguintes.

 

Com muita androginia e sobriedade nas cores, a essência Armani se destaca pelo estilo atemporal. Depois de criar sua primeira coleção inteiramente dedicada à moda homem, ele passou a ser conhecido como o “rei das jaquetas” devido aos cortes exclusivos de seus blazers e ternos.

 

Tamanho foi seu sucesso que, em 1982, Armani foi capa da revista Time, o segundo estilista a receber tal homenagem na história da publicação. Foi nessa mesma época que a grife passou a investir em acessórios, fragrâncias, roupas íntimas e infantis que se tornaram objetos do desejo em todo o mundo: dos Estados Unidos ao Japão.

 

O conceito Armani

 

Depois da morte de Sergio Galeotti em 1985, Giorgio Armani assumiu o comando da empresa e fez com que ela crescesse ainda mais. No começo dos anos 2000, a Ásia passou a ser o grande foco de expansão da marca, que abriu uma loja de 3 mil metros quadrados em Hong Kong.

 

O estilista gosta de passar uma mensagem através de suas lojas, assim como fez em Nova York ao fundar uma megaloja com três diferentes coleções que, no entanto, não possuem separação física. A proposta é, justamente, transmitir o caos nova-iorquino e a polivalência da grife – mesmo lançando diferentes produtos, de chocolates a hotéis, ela nunca abandona o conceito do “menos é mais”.

 

Hoje com 82 anos de idade, Armani segue criando ternos masculinos e femininos em cores neutras, mas sem deixar de ousar. Para o verão 2017, a coleção masculina da Emporio Armani, por exemplo, contou com estampas geométricas e peças como jaquetas, calças e sapatos em vermelho.

 

Já para a primavera feminina, a grife trabalhou com diferentes tons de azul, texturas e brilhos metálicos, bem como estampas suaves e tecidos esvoaçantes e transparentes. Entre cristais e sarongues, a coleção teve como mote a leveza e o equilíbrio entre a disciplina e a liberdade.

 

Forever Young

 

E é nessa harmonia que segue a história Armani, protagonizada por um homem que acabou se tornando um ícone: sempre de jeans e camiseta, ele não economiza no bronzeado e nem nos cabelos perfeitamente brancos (que não atrapalham em nada sua aparência jovem e estilo energético).

 

O segredo parece ser exatamente o equilíbrio: ele se dedica totalmente ao trabalho em seu escritório em Milão, porém sempre deixando as tardes de sexta-feira reservadas para uma fuga ao seu paraíso particular, a Villa Rivara. Com 25 cômodos, a mansão foi inspirada nos palácios do século XVIII e construída em uma propriedade cercada por um parque com lago, pomar e horta. 

 

É nesse refúgio idílico no interior da Itália que Armani recobra suas energias. Ele está sempre inovando –  segundo a crítica de moda Teri Agins, foi o primeiro designer a fazer parcerias com estrelas de Hollywood como estratégia de marketing.

 

Uma das grandes potências do mercado de luxo, a Armani segue com um faturamento de mais de 2,5 bilhões de euros divididos entre as linhas de alta-costura e também as mais acessíveis, como é o caso da Armani Exchange.

 

Para este ano, o estilista já disse que quer "virar a página" e usar suas criações para definir o que é a mulher de 2017. Mais uma vez, Armani promete fazer história. 

moda italiana
País da entrega Seu pedido será enviado para Brasil e o seu endereço de cobrança é BRL R$ .
An error occurred while fetching the countries or regions

Aguarde

Nossa Política de Cookie

Aguarde

An error occurred while fetching the content
Nossa Política de Cookie

Aguarde

An error occurred while fetching the content