Carregando...

Carregando...

Carregando...

Selecione uma opção

Por favor selecione um Sexo para comprar!

Moda Praia: como escolher o biquíni certo

A proximidade do verão traz de carona o grande dilema de como escolher o biquíni certo. A boa notícia é que as grifes brasileiras estão apostando em novas modelagens, trazendo de volta silhuetas que foram febre nos anos 80 e investindo em estampas e materiais inovadores.

como escolher o biquíni certo

Com tantas opções, o segredo é adaptar as novidades às suas necessidades. E com algumas dicas básicas, fica fácil escolher os tipos de biquínis para cada tipo de corpo.

 

Quadris largos, seios pequenos

 

Conhecida como triangular, essa silhueta normalmente é caracterizada por seios pequenos, quadris largos e coxas grossas. Nesse caso, os melhores tipos de biquíni são aqueles que dão destaque ao torso, seja através do modelo ou da estampa.

Uma das maiores apostas entre as grifes brasileiras tem sido a parte de cima maior e e inspirada nos crop tops. Tanto a Blue Man quanto a Cia Marítima apresentaram golas altas em biquínis e em modelos de maiô. A Cia Marítima incluiu até mangas em seu desfile de primavera/verão 2017.

Já para a parte inferior, a recomendação é usar calcinhas médias com laterais mais grossas. Listras também são muito bem-vindas e as hot pants continuam em alta, como visto na mais recente coleção de Adriana Degreas durante a São Paulo Fashion Week.

 

Ampulheta e retangular

 

O biótipo ampulheta recebe esse nome pelo equilíbrio entre as medidas do quadril e dos ombros, que resulta em uma silhueta versátil na hora de escolher um modelo de biquíni ou maiô.

Já o retangular possui as mesmas características, com exceção da cintura demarcada. Por isso, para criar um efeito maior de curvas, recomenda-se usar sutiãs no estilo tomara que caia. O modelo acaba criando linhas horizontais junto à calcinha, dando a ilusão mais curvilínea.

Com muitas estampas e cores que variam entre azul, amarelo e vermelho, a nova coleção da Cia Marítima apresentou diferentes modelos de tomara que caia.

Se a sua cintura já é acentuada, biquínis cortininha ajudam a valorizá-la. A grife Amir Slama apostou em tops nesse estilo, inclusive feitos em crochê, uma das grandes tendências para o próximo verão.

 

Ombros largos, quadris estreitos

 

A silhueta em triângulo invertido tem como característica troncos mais largos do que os quadris, o que pode incluir também medidas maiores para os seios.

A recomendação de um biquíni para seios grandes é justamente o uso de um biquíni com bojo, que garante um suporte maior ao busto.

Seguindo a proposta de destacar as áreas menores, criando um equilíbrio, a ideia aqui é usar tops em cores neutras e lisas, enquanto a parte inferior pode incluir estampas, ser mais cavada ou ainda ter uma cintura bem baixa.

Modelos de calcinha do tipo tanga e asa delta estão novamente em alta nas passarelas, especialmente na coleção da Salinas, que incluiu esse design mesmo em modelos de maiô. Inspirada em Miami e na moda surf, a grife apostou em um toque nostálgico e em tons candy color.

 

Corpo oval

 

Para quem está em busca de um biquíni para disfarçar a barriguinha, recomenda-se escolher cores neutras, como azul-marinho ou marrom, ou até mesmo investir em um maiô. Com a volta do modelo ao radar da moda, as grifes têm trabalhado diferentes designs que valorizam o corpo e apresentam um estilo mais criativo.

Mas se a intenção é investir no bronzeado, os biquínis são a melhor pedida. A dica aqui é escolher um modelo de top com as alças de cor diferente do resto, dando destaque ao colo. Já para a calcinha, os modelos mais largos e de cintura alta são ideais.

As estampas também não estão fora do alcance e funcionam muito bem em tons mais discretos e escuros. Uma ótima pedida é um biquíni divertido, como o modelo de abacaxi lançado pela Blue Man, que inclui calcinha de cintura alta e top com alças amarradas atrás do pescoço, garantindo um toque vintage.

 

As cores e materiais de 2017

 

Em termos de cores, uma das grandes tendências do próximo verão são os tons terrosos. Eles foram trabalhados na última coleção de Adriana Degreas, inspirada na cultura da Indochina francesa.

A designer usou tons de caramelo, marrom, nude e bronze, ótimos para valorizar diferentes tons de pele e, claro, o bronzeado. Em sua coleção também não faltaram os biquínis e maiôs strappy, que continuam em alta, mas exigem muito cuidado na hora de tomar sol.

Em sintonia com a pegada mais rústica dos tons terrosos, biquínis feitos artesanalmente – usando crochê e materiais como cordas, franjas, bordados e argolas – são outra aposta forte para o verão 2017.

Esses elementos apareceram na mais recente coleção de Amir Slama, mas em tons como rosa e vermelho.

 

Kimonos e saídas de praia

 

Há novidades ainda nas saídas e vestidos de praia, peças democráticas que funcionam para todas as silhuetas.

Os kimonos e saídas longas e esvoaçantes que surgiram nas passarelas recentes de swimwear são a forma perfeita de incluir ainda mais elegância nos seus looks de verão.

A Cia Marítima, por exemplo, apostou nesse visual mais chic e dramático, criando modelos com estampas geométricas e coloridas.

Seja em referências à tradição japonesa, peças artesanais ou modelagens vintage, o verão brasileiro promete aumentar a temperatura da moda, não importa qual o seu tipo de corpo.

modelos de maiô