Moda de luxo na palma da sua mão

Carregando...

Carregando...

Carregando...

Selecione uma opção

Por favor selecione um Sexo para comprar!

Bem-vindo(a) à Farfetch, faça login ou cadastre-se
 
 
Untitled Document

MEU MUNDO Joséphine de la Baume

“Repensar a forma como trabalhamos, compramos e criamos”. É um objetivo ousado: mas para a atriz, musicista e advogada ambiental Joséphine de la Baume, isso é uma prioridade. Através do trabalho com o G.A.F. (Give a F**k), ela pretende espalhar ainda mais a mensagem de sustentabilidade: "a ideia é alcançar os jovens e dar-lhes acesso à informações claras", explica ela. Aqui, de la Baume compartilha a história por trás de seu trabalho e o que a inspira agora. E mais, compre as melhores peças conscientes da estação.
Fotografia de Benedict Brink. Styling por Mark Vassallo.

“Minha amiga Allegria Torassa foi quem iniciou o G.A.F. e convidou alguns amigos, que estavam interessados no assunto, para ajudar…


O objetivo é aumentar a conscientização e despertar pessoas que ainda não estão preocupadas com a mudança climática e o consumismo. A ideia é atingir os jovens e dar-lhes acesso à informação de forma simples e acessível. Tentamos comunicar a urgência de repensar a forma como trabalhamos, criamos e compramos. O evento Rave4 Climate do G.A.F. reuniu cerca de 107 mil pessoas no dia da Marcha do Século em Paris. A ideia era reunir pessoas para fazer questionamentos e assim pudessem se tornar parte da solução - foi extremamente comovente. Música e dança unem as pessoas.”

“Para mim, uma pequena mudança pode fazer uma diferença enorme. Às vezes as pessoas interpretam mal - ou talvez não estejam cientes - do poder que têm...

Eu tento usar o mínimo de plástico possível. Quando você começa a ter essa noção, percebe que está em todo lugar. Muitas vezes parece uma missão impossível, mas então você percebe que, na verdade, apenas fazer pequenas ações, sem que seja uma grande mudança de vida, pode fazer uma grande diferença. Qualquer coisa é melhor que nada.”

“Costumo associar roupas a lembranças e mantenho um monte de coisas que me lembram de um certo momento, trabalho ou relacionamento...

Eu guardo muitas coisas de certos personagens que eu interpretei e as uso na vida real. Interpretei uma jornalista canadense dos anos 1990 durante a Guerra Civil na Geórgia e todas as peças que ela vestia eram tão legais - ainda uso praticamente tudo. Eu diria que quase me visto de uma maneira um pouco supersticiosa; eu uso joias que sinto que me dão boa sorte ou um suéter que me lembra alguém que me faz sentir protegida. Eu tento comprar, principalmente, peças vintage e a não jogar fora as roupas. Mesmo que um suéter esteja bastante usado, ele ainda manterá você aquecido.”

“Eu sempre fui uma grande fã da Lauren Bacall, desde a infância. Ela era uma mulher muito poderosa, tinha o poder e a força de um homem naquela época...

Eu costumava tentar me parecer com ela e a imitar o cabelo dela. Ela tinha algo tão andrógino - embora tivesse um cabelo muito feminino - tinha uma voz sombria, usava ternos oversized e calças largas. Havia algo muito arrebatador nela, mas de um jeito muito feminino.”

 
País da entrega Seu pedido será enviado para Brasil e o seu pedido aparecerá em BRL R$ .
Ocorreu um erro durante a busca de países ou regiões

Aguarde

Just a minute …

Nossa Política de Cookie

Aguarde

An error occurred while fetching the content